GESTÃO DE MUDANÇAS

Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças.

Leon C. Megginson

 

Em um mundo corporativo cada vez mais dinâmico e competitivo, as empresas precisam encontrar soluções que agreguem valores e façam com que elas se tornem mais sólidas perante a mudanças e inovações. Nesse cenário, a gestão da mudança tem ganhado cada vez mais destaque.

Para que a gestão da mudança seja bem-sucedida, deve ter como base um mapeamento adequado de todos os procedimentos utilizados atualmente na empresa, dentre os quais, a sua cultura, liderança e capital humano. Essa análise deve contemplar o ambiente empresarial em geral, a mentalidade dos colaboradores e identificar as influências nas tomadas de decisões.

 

Apesar de ser importante para o crescimento de qualquer negócio, como em qualquer outra situação, implementar mudanças não é nada simples ou fácil. Essa implementação não ocorre da noite para o dia, e ainda assim, geralmente enfrenta resistência dentro das organizações.

 

A gestão da mudança se faz necessária porque ela envolve um conjunto de estruturas, processos, ferramentas e técnicas que ajudarão indivíduos e equipes a se adaptarem ao novo. No entanto, ao mesmo tempo, representa grandes e distintos impactos nos colaboradores, principalmente quando envolvem alteração de processos e hábitos, criação de uma nova área ou implementação de um novo sistema de produção. Por esse motivo, as empresas devem estar cientes de que enfrentarão muitos desafios durante essa empreitada. O maior deles será convencer os funcionários da importância de efetivar essas modificações. Isso acontece principalmente porque os colaboradores pensam que se sempre agiram de uma forma que representou bons resultados, então não precisam mudar. Esse raciocínio é um dos obstáculos a ser ultrapassado pela gestão da mudança.

 

É fundamental maximizar a eficácia do processo da sinergia e o equilíbrio entre o estratégico, tático e o operacional, para fazer a conexão entre o propósito da mudança a ser realizada pela organização e a nova realidade do dia a dia das pessoas. Dessa forma, é possível garantir uma melhor aderência dos times ao processo de mudança e fazer com que a iniciativa seja mais bem-sucedida.

 

 

A Coaching & Você possui poderosas técnicas e ferramentas na gestão de mudanças que fornece dados, promove as intervenções comportamentais na medida em que competências são desenvolvidas e treina grupos para alavancar o dinamismo e força. Já para quem está no território da manutenção, o coaching gera inúmeras ferramentas de autogestão. Trata-se de um processo fluído que intervém na organização de acordo com suas diferentes necessidades de atuação, contribuindo para o melhor resultado pessoal, coletivo e potencialização dos resultados.